Em setembro, chefes de estado irão para Nova York para uma cúpula histórica sobre mudanças climáticas. Com o nosso futuro em jogo, vamos tomar um fim de semana e usá-lo para mudar o curso da história.

Para isso, precisamos agir – juntos. Em todo o mundo, pessoas estarão reunidas para um final de semana de ação climática que vai entrar para a história. Nossa demanda conjunta é por Ações, Não Palavras: tomar as medidas necessárias para criar um mundo com uma economia que funcione para as pessoas e para o planeta.

Desde campanhas de desinvestimento dos combustíveis fósseis na Europa até marchas contra o uso do carvão na Índia e encontros de luta anti-fracking na América Latina, nós vamos dar visibilidade a campanhas de destaque e lutas locais em todos os cantos do planeta.

Organize um evento na sua comunidade e participe do final de semana de ação

Pense neste final de semana como uma chance de somar esforços a outras pessoas na sua comunidade, porque nós precisamos mostrar aos participantes da cúpula climática em Nova York a nossa força e os nossos números. Você pode organizar marchas, mobilizações, workshops, fazer uma foto de grupo em um lugar emblemático -- você é quem decide. O que realmente importa é que você diga ao mundo que é hora de mostrar Ações, Não Palavras, em relação às mudanças climáticas.

Registre o seu evento para tornar este movimento ainda maior.

Você poderá convidar seus amigos e entrar em contato com as pessoas que se inscreverem para o seu evento. Abaixo você vai encontrar algumas sugestões de atividades que você pode fazer na sua região.

Não esqueça de nos enviar fotos e de compartilhá-las nas redes sociais usando a hashtag #peoplesclimate.

Depois de se registrar, nós vamos lhe enviar mais recursos, assim você poderá ter certeza que poderá fazer um evento bem sucedido. Você poderá editar as informações do evento mais tarde, então você não precisa ter tudo pronto agora -- o importante é que você dê o passo inicial, então registre o seu evento abaixo!

 

Obtenha mais informações e recursos      Confira nosso Guia de Organização      

 

Entre em contato com a nossa equipe

 

Inglês

Ações, não palavras: Não vote em ruralista! Além de não votar em ruralistas nas eleições em outubro, junte-se a nós em uma série de ações para ligar os pontos entre mudanças climáticas e agronegócio. Você pode organizar uma apresentação na sua comunidade, começar uma horta orgânica comunitária, etiquetar alimentos ricos em mudanças climáticas, enviar selfies com a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta e muito mais.

Além de não votar em ruralistas nas eleições em outubro, junte-se a nós em uma série de ações para ligar os pontos entre mudanças climáticas e agronegócio. Você pode organizar uma apresentação na sua comunidade, começar uma horta orgânica comunitária, etiquetar alimentos ricos em mudanças climáticas, enviar selfies com a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta e muito mais.


Inscreva sua ação aqui ou procure pela ação mais próxima de você. Cadastrando sua ação, você receberá um kit da campanha pelo correio.

Organize uma apresentação em sua comunidade

Faça essa apresentação na sua comunidade para que todas as pessoas possam ligar os pontos entre as mudanças climáticas e o agronegócio. Nós preparamos uma apresentação  para ajudar você a explicar de maneira clara como as mudanças climáticas estão ligadas ao agronegócio. Nesse site, você também pode encontrar outros materiais de apoio para sua apresentação. Baixe o material e comece a organizar hoje mesmo um evento em sua comunidade para ligar os pontos.


Dicas

● Prepare bem as apresentações: adapte-as ao público e pense em exemplos locais.

● Certifique-se de parar para fazer perguntas e para verificar se as pessoas presentes têm perguntas.

● Se você não estiver fazendo isso sozinho(a), pense em organizar uma série de apresentações nas escolas locais, centros comunitários, etc., para alcançar um público mais amplo.

● Se você ainda não se sente seguro(a) para fazer uma apresentação pública, vá a eventos públicos como feiras e conferências. Saia com sua equipe e converse com as pessoas, uma de cada vez.

● Relaxe, mantenha-se seguro(a) e fale devagar!


Ação

1. Defina o público-alvo e discuta possíveis lugares

Escolas, bibliotecas, igrejas e centros comunitários são ótimas opções para apresentações formais e mais profundas. Você também pode seguir um caminho mais informal ao apresentar em feiras, eventos comunitários, organizando aulas abertas na rua ou conversando com as pessoas uma de cada vez sobre o assunto. Pense em quem você quer alcançar!

2. Descubra se o(s) lugar(es) escolhido(s) por seu grupo é(são) indicado(s) para a apresentação.

  • Pense com quem você precisa falar (com o diretor da escola, com o diretor de eventos da biblioteca, com o supervisor da feira), procure o número de telefone e ligue para eles.

  • Tenha alguns pontos de discussão curtos e simples prontos (quem você é, o que você está fazendo e o que você quer).

  • Se você decidiu fazer a apresentação em um evento, pergunte sobre o processo de inscrição e sobre as próximas datas. Se você decidiu apresentar em uma escola ou em uma instituição pública, pode ser preciso organizar uma reunião com a equipe do local para que eles possam dar uma olhada em seu material antes de concordar em ceder o espaço para que você vá e fale.

  • Datas comemorativas e feriados são um bom motivo para organizar uma apresentação nestes locais, especialmente em escolas. Para ajudar, levantamos alguns exemplos:

    • 25/8 - Dia do Feirante

    • 5/9 - Dia da Amazônia

    • 7/9 - Dia da Independência

    • 11/9 - Dia Nacional do Cerrado

    • 21/9 - Dia da Árvore

    • 22/9 - Dia Mundial sem Carro e Dia da Defesa da Fauna

    • 4/10 - Dia dos Animais

3. Confirme a logística

  • Confirme o lugar e a data da apresentação, veja se alguém pode te acompanhar para apresentar nesse dia.

4. Delegue tarefas a membros do grupo e garanta que todo mundo tenha chance de participar

  • Pense em quem irá apresentar, quem irá ajudar a reunir material e quem irá ajudar com as questões logísticas (por exemplo, garantindo que o projetor estará disponível, se você planeja usá-lo).

5. Reúna os materiais necessários

  • Personalize sua apresentação, imprima algumas páginas e leve folhas de inscrição para manter contato com pessoas interessadas. Dê tempo suficiente para que seus pontos de discussão fiquem gravados na memória e considere a possibilidade de praticar a apresentação antes.

  • Ao cadastrar sua ação aqui, além dela aparecer no mapa de ações, você receberá um kit com folhetos com informações importantes sobre a campanha.

6. Faça um acompanhamento

  • Depois da apresentação, certifique-se de entrar em contato com todas as pessoas que se manifestaram interessadas para pensarem o que podem fazer juntos.

7. Escreva para a gente contando como foi o evento e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!

Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Organize a exibição de um filme

A exibição de um filme pode ser realizada para um pequeno grupo de amigos, uma sala de aula ou para centenas de pessoas em um cinema local! Leia no passo-a-passo como organizar a exibição de um filme em sua comunidade.

Ação

  • Pense em possíveis locais para a exibição do filme: se você quer organizar uma exibição pequena, uma casa, escola, centro comunitário ou igreja podem ser boas opções. Se você quiser organizar uma exibição maior, considere entrar em contato com as empresas locais (cafés ou salões com TVs e/ou projetores seriam o ideal) ou salas de cinemas, que algumas vezes oferecem descontos para grandes grupos que desejam alugar uma tela por uma tarde ou noite.

  • Selecione um filme: existem muitas opções disponíveis, certifique-se de que o tema abordado no filme ou série de vídeo escolhidos é relevante para os interesses do grupo e também é adequado a todas as idades e crenças, para não afastar ninguém. Veja nossas recomendações abaixo!

  • Confirme a logística da exibição: certifique-se de confirmar local, data, horário, filme, como será a exibição (transmissão direto da internet ou com um reprodutor de DVD ou pen drive) e todo o equipamento técnico necessário como projetor ou alto-falantes. Pense em outros elementos para incorporar à exibição, tais como comida, inscrições, assinaturas para petições, o programa e uma discussão após o filme. Sugerimos uma sessão de perguntas e respostas depois do filme (com alguém moderando), uma mesa de petiscos levados pelos participantes para antes ou depois da exibição, pode ser antes e depois também.

  • Delegue tarefas: alguns trabalhos fundamentais incluem logística, divulgação (que pode envolver muitas pessoas!), equipamento, programação, moderação das discussões, mesa de inscrição e comidas e bebidas. Envolver mais pessoas alivia a carga de trabalho de todos!

  • Divulgue a exibição: Cadastre a exibição aqui e divulgue o link com as informações.  Para pequenas sessões caseiras faça uma lista de pessoas que você quer convidar e contate-as diretamente para saber se elas podem ou não participar. Seja explícito para saber se eles podem ou não levar mais uma pessoa para não sobrecarregar o anfitrião com mais convidados do que o esperado. Para exibições maiores, considere divulgar por meio das redes sociais e das instituições comunitárias, além das mídias sociais. Se, por qualquer motivo, você estiver preocupado(a) com o número de participantes, pode ser boa ideia pedir que confirmem presença até uma data determinada.

  • Reúna os materiais necessários para exibir o filme: se você precisa pedir ou baixar um filme, certifique-se de fazê-lo bem antes da data da exibição. Certifique-se de ter o equipamento necessário para a exibição e de chegar cedo para testar se tudo está funcionando. Imprima algumas folhas de inscrição e, se você organizar uma sessão de perguntas e respostas depois do filme, tenha algumas questões previamente escritas para ajudar a estimular a discussão.

  • Faça pipoca e exiba o filme!

  • Lembre-se de exibir esse vídeo ligando os pontos entre mudanças climáticas e agronegócio

  • Depois da exibição, certifique-se de entrar em contato com todas as pessoas que se manifestaram interessadas para pensarem o que podem fazer juntos.

  • Escreva para a gente contando como foi o evento e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!

Se precisar de qualquer coisa, inclusive se você está em um local com velocidade baixa de conexão à internet, o que dificulta a exibição dos vídeos, escreva para brasil@350.org

Sugestão de filmes:

Comece uma horta orgânica comunitária

Ao trabalhar com qualquer coisa relacionada a alimentos com um grupo, a ideia central é promover a alimentação local. Estas ações não são apenas motivadoras e divertidas, também são vitais para deter as mudanças climáticas já que a cadeia de produção e transporte de alimentos é uma grande emissora de gases de efeito estufa.

Dicas

  • Certifique-se de que o trabalho que você pretende realizar se encaixa na época em que está trabalhando (faça sua horta no início da época de plantio)

  • Estabeleça parcerias com organizações, instituições ou vizinhos que possam ajudar na manutenção da horta

  • Hortas precisam de manutenção e é importante levar isso em consideração no planejamento da ação.

  • Divirta-se ao realizar o projeto e compartilhe a colheita com sua comunidade!

Ação

1. Encontre-se com seu grupo para um brainstorm (chuva de ideias)

  • Reúna-se com seu grupo para discutir os objetivos da horta comunitária, um plano de como vão mantê-la, parceiros comunitários possíveis. Identifique o tipo de horta que querem criar e a qual propósito servirá. Dedique algum tempo à pesquisa e para discutir sobre hortas comunitárias existentes antes de decidir. É altamente recomendável que você assista esse Curso de Hortas Orgânicas, dica do MUDASP.

2. Determine um lugar

  • Recomendamos uma instituição comunitária (escolas, organizações comunitárias, até mesmo o quintal de uma pessoa bem conhecida na comunidade) que tenha uma ampla base de apoio da comunidade, interesse em começar a cultivar alimentos e espaço suficiente para a quantidade de alimentos ou plantas que você está imaginando. Faça uma lista com algumas possibilidades, já que provavelmente nem todos os locais serão capazes de acolher uma horta. Pense em lugares onde um parceiro da comunidade possa ajudar com a manutenção, como um bairro onde as pessoas de seu grupo vivem, em uma escola, uma praça ou lugar de culto.

3. Planeje como o projeto será mantido

  • Se o lugar que você escolheu para a horta está focado na comunidade, pode ser possível incorporar a horta em um programa pré-existente. Por exemplo, se você quer que a horta fique em uma praça ou lugar de culto, a manutenção da horta pode ser responsabilidade das pessoas que já se voluntariaram para o trabalho semanal ou pode ser acrescentado a um programa infantil.

4. Entre em contato com os donos de sua futura horta

  • Apresente-se e explique que está interessado em organizar a instalação voluntária de uma horta em sua propriedade. Eles podem ter dúvidas sobre o tipo de horta que você quer plantar e sobre a manutenção que exigirá, portanto, certifique-se de ter respostas prontas para essas perguntas.

5. Identifique todo o trabalho que precisa ser feito durante o “dia de plantio da horta”.

  • Preparação da terra, adição de adubo, construção de canteiro, colocação de um sistema de irrigação por gotejamento e plantio das culturas são todas tarefas que podem ser necessárias, dependendo do que você quer plantar e se o lugar escolhido estará previamente equipado ou não para uma nova horta. Faça uma lista de tarefas, do número de voluntários necessários para completar cada tarefa e de quanto tempo você acredita que elas tomarão. Estas informações serão de grande ajuda quando os voluntários começarem a aparecer no dia do projeto.

6. Identifique que materiais e recursos serão necessários.

  • Pás, espátulas, ancinhos, enxadas, tubos de PVC (para irrigação), luvas, terra, adubo, madeira (para construir os canteiros), guias agrícolas e de permacultura, além de lanches e bebidas, são bons exemplos. Faça uma lista de quais materiais já existem no local da horta e de quais materiais você pode pedir emprestados ou doados por empresas ou indivíduos, para reduzir os custos do projeto. Você pode pedir ferramentas emprestadas, da mesma forma que está recrutando voluntários e algumas cidades entregam composto/adubo/outros materiais para este tipo de projeto. Se você acha que mesmo assim ainda existe uma grande quantidade de materiais que seu grupo terá que comprar, considere criar uma mesa de doações durante a instalação do jardim.

7. Planeje um mutirão.

  • Quando o lugar for aprovado, decida a data e o horário do plantio da horta. Certifique-se de confirmar tudo com o dono da propriedade onde será feito o plantio. Lembre-se: este é um projeto de um dia, sendo assim, garanta que o dia e o horário escolhidos são adequados para as pessoas. As manhãs de sábado podem ser uma ótima opção, pois não geram conflitos com a maioria dos horários de trabalho e permitirão tempo de sobra para terminar o projeto antes do pôr do sol. Pense em fazer uma comemoração no final, como um piquenique ou aperitivos.

8. Delegue tarefas a todos em seu grupo.

  • Por exemplo, decida quem se responsabilizará por coordenar o projeto, quem tomará conta da logística (podem ser muitas pessoas!), quem irá planejar a preparação e o plantio dos canteiros, quem se responsabilizará por comprar ou coletar os materiais doados, quem vai trabalhar com a divulgação e quem vai coordenar os voluntários no dia do projeto.

9. Convide pessoas e organizações para o dia de instalação do plantio da horta.

  • Você pode fazer isso pessoalmente, por telefone e pela internet através das mídias sociais (cadastre sua ação aqui). Pense em distribuir panfletos sobre o evento nas empresas locais, criar uma página do evento no Facebook (excelente para coletar confirmações!) e veja se você pode conseguir que os donos do lugar no qual a horta será construída também ajudem na divulgação. Certifique-se de recorrer aos múltiplos benefícios da produção local de alimentos (são acessíveis, saudáveis, arborizam o espaço urbano, desenvolvem a juventude, aproveitam as habilidades dos mais velhos, combatem as mudanças climáticas e constroem resistência local). Você também pode pedir aos voluntários que levem seus próprios suprimentos como, protetor solar, luvas, pás e comida.

10. Organize o mutirão!

  • Certifique-se de que todos em sua equipe compreendem e se manterão firmes em suas funções durante o dia, desde atribuir tarefas aos voluntários até assegurar-se de que todos usem protetor solar, tomem água e comam. Pode ser uma boa ideia ter uma mesa posta durante o dia, não apenas com comida, bebida e protetor solar, mas também para fazer inscrições e recolher doações (se o custo do projeto da horta excedeu seu orçamento).

11. Agradeça os voluntários e conte-nos como foi o projeto!

  • Certifique-se de informar às pessoas como a horta está indo e para onde irá a comida!

12. Escreva para a gente contando como foi o evento e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!

Divirta-se! Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Etiquete alimentos ricos em mudanças climáticas

O coletivo Clímax Brasil organizou uma ação de etiquetagem de produtos de origem animal ricos em mudanças climáticas em mercados, restaurantes, etc.

Ação

  1. Clique aqui e faça o download do arquivo.

  2. Imprima em uma folha A4

  3. Recorte cada etiqueta

  4. Reúna-se com um grupo de amigos, colegas, etc. para a ação!

  5. Para colar: com a ajuda de fita adesiva/durex colado atrás da etiqueta, cole em produtos que contêm carne bovina ou suína. Você também pode imprimir em papel adesivo, vendido em qualquer papelaria.

  6. Registre esse momento, pode ser em vídeo ou em fotos, como você preferir.

  7. Escreva para a gente contando como foi a ação e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Encontre um ruralista e tire uma foto com a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta

Ação

  1. Veja aqui a lista de candidatos ruralistas para achar o candidato mais próximo de você.

  2. Entre no site do(a) candidato(a) e consulte sua agenda de campanha.

  3. Baixe aqui e imprima a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta OU faça você mesmo seu cartaz com as dicas do Greenpeace Brasil.

  4. Vá até um evento que ele(a) comparecerá e deixe seu recado.

  5. Escreva para a gente contando como foi a ação e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais! Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Abaixo, você encontra algumas dicas para tirar boas fotos e registrar sua ação.

  1. Verifique sua câmera: assegure-se de que sua câmera esteja em bom funcionamento, que alguém saiba como usá-la e, também, se a bateria está carregada. Use a melhor câmera digital que você conseguir e peça para alguém com conhecimento em fotografia tirar fotos. Se possível, tenha uma câmera reserva. Se você tiver que usar uma câmera de filme ao invés de uma digital, tente revelar o filme o mais rápido possível para que você possa compartilhar sua foto.

  2. Tire mais de uma foto! Experimente tirar mais de uma foto, de diferentes ângulos e distâncias. Isso vai lhe permitir escolher a melhor foto para nos enviar. Seja criativo! 



  3. Verifique a foto. A maioria das câmeras digitais permite que você veja as fotos na hora. Confira se as fotos estão boas na hora.

Encha sua cidade com a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta (lambe-lambe)

Ação

  1. Clique aqui e faça o download do arquivo.

  2. Imprima em uma folha A4

  3. Faça a intervenção em sua cidade

Você não sabe lamber? Encontre dicas aqui e aqui.

  1. Registre esse momento.

  2. Escreva para a gente contando como foi a ação e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!

Abaixo, você encontra algumas dicas para tirar  boas fotos e registrar sua ação.

  1. Verifique sua câmera: assegure-se de que sua câmera esteja em bom funcionamento, que alguém saiba como usá-la e, também, se a bateria está carregada. Use a melhor câmera digital que você conseguir e peça para alguém com conhecimento em fotografia tirar fotos. Se possível, tenha uma câmera reserva. Se você tiver que usar uma câmera de filme ao invés de uma digital, tente revelar o filme o mais rápido possível para que você possa compartilhar sua foto.

  2. Tire mais de uma foto! Experimente tirar mais de uma foto, de diferentes ângulos e distâncias. Isso vai lhe permitir escolher a melhor foto para nos enviar. Seja criativo! 



  3. Verifique a foto. A maioria das câmeras digitais permite que você veja as fotos na hora. Confira se as fotos estão boas na hora.

 Envie fotos/selfies com a mensagem #NãoVoteEmRurali$ta

Ação

  1. Clique e faça o download do arquivo abaixo:

  • #NãoVoteEmRurali$ta

  • Eu não voto em Rurali$ta

  • Nós não votamos em Rurali$ta

  • Eu não voto no candidato …

  • Eu não voto na candidata ...

  1. Imprima a mensagem OU faça você mesmo seu cartaz com as dicas do Greenpeace Brasil.

  2. Tire a foto sozinho(a) ou com sua família, amigos, colegas de trabalho, etc.

  3. Compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais! Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Crie memes com o seu ruralista favorito!

Ação

  1. Veja aqui a lista de candidatos ruralistas para achar o candidato mais próximo de você.

  2. Solte sua imaginação e use sua criatividade para produzir memes com o seu ruralista favorito

  3. Escreva para a gente contando como foi a ação e compartilhe seu meme pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Coloque uma bandeira/banner/cartaz #NãoVoteEmRurali$ta na janela da sua casa

Ação

  1. Faça você mesmo sua bandeira com as dicas do Greenpeace Brasil.

  2. Compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais! Se precisar de qualquer coisa, escreva para brasil@350.org

Abaixo, você encontra algumas dicas para tirar  boas fotos e registrar sua ação.

  1. Verifique sua câmera: assegure-se de que sua câmera esteja em bom funcionamento, que alguém saiba como usá-la e, também, se a bateria está carregada. Use a melhor câmera digital que você conseguir e peça para alguém com conhecimento em fotografia tirar fotos. Se possível, tenha uma câmera reserva. Se você tiver que usar uma câmera de filme ao invés de uma digital, tente revelar o filme o mais rápido possível para que você possa compartilhar sua foto.

  2. Tire mais de uma foto! Experimente tirar mais de uma foto, de diferentes ângulos e distâncias. Isso vai lhe permitir escolher a melhor foto para nos enviar. Seja criativo! 



  3. Verifique a foto. A maioria das câmeras digitais permite que você veja as fotos na hora. Confira se as fotos estão boas na hora.

Consuma alimentos de feiras orgânicas ou compre cestas diretamente de produtores ou clubes de compra, preferindo produtos sazonais e locais

Ação

  1. O Idec organizou um mapa de feiras orgânicas no Brasil. Basta digitar aqui um endereço para encontrar todas as feiras especializadas e grupos de consumo responsável mais próximos de você, bem como informações de horários de funcionamento e tipos de produtos encontrados nesses locais.

  2. Escreva para a gente contando se você foi em uma dessas feiras, começou a comprar cestas, está participando de clubes de compra e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

IMPORTANTE: Compartilhe suas melhores imagens! Faça isso o mais rápido possível. Estamos ansiosos para ver todas essas imagens e espalhá-las pelas redes sociais!

Adote a Segunda Sem Carne

A Campanha Segunda Sem Carne se propõe a conscientizar as pessoas sobre os impactos que o uso de produtos de origem animal para alimentação tem sobre os animais, a sociedade, a saúde humana e  o planeta, convidando-as a tirá-los do prato pelo menos uma vez por semana e a descobrir novos sabores.Saiba mais sobre a campanha aqui!

Ação

  1. É simples! Na segunda-feira, apenas um dia da semana, você tira a carne do seu prato!

  2. Escreva para a gente contando como foi/está sendo a experiência e compartilhe fotos/vídeos pelo email brasil@350.org ou usando #NãoVoteEmRurali$ta nas redes sociais.

Espalhe a campanha

Ação

  1. Convide organizações/grupos/coletivos que você conhece para apoiarem a campanha, ou nos indique esses contatos que nós fazemos o convite. Escreva para brasil@350.org.

Informações do evento

A descrição do evento será mostrada no website - então tente escrever um bom convite, para que as pessoas queiram participar. Não se preocupe! Você poderá editar estas informações mesmo que seus planos mudem.
Localização do evento
OBS: A menos que você esteja organizando um evento privado, o endereço do evento será mostrado publicamente.
Suas informações de contato

(Esta informação permanecerá privada)

Hi !

We already have your contact info, so just click the button below to sign up.

A seguir nós vamos enviar por e-mail um link para que você confirme o seu evento.