Inclua seu nome

Standard Bank e Sumitomo Mitsui Banking Corporation:

Não Financiem o Oleoduto de Petróleo Bruto da África Oriental

O Standard Bank, o maior líder na África, e a Sumitomo Mitsui Banking Corporation (SMBC) do Japão estão prestes a financiar um oleoduto de petróleo bruto de 1.443 km passando pela Uganda e Tanzânia. Se construído, o oleoduto da África Oriental (EACOP) será o oleoduto aquecido mais longo do mundo e causará deslocamentos das comunidades em larga escala, além de causar riscos graves para ambientes protegidos, fontes de água e áreas úmidas em Uganda e Tanzânia.

O oleoduto é uma ameaça ao status de emprego e aos meios de subsistência milhares de pessoas e é provável que leve a violações de direitos para as comunidades ao longo de sua rota, inclusive reassentamentos. Atravessará a bacia do lago Victoria, onde um derramamento de óleo pode ser desastroso para milhões de pessoas que dependem da bacia do lago para água potável e produção de alimentos. E ameaça abrir para a extração de petróleo certos ecossistemas críticos, incluindo o Parque Nacional Murchison Falls, um habitat para elefantes, chimpanzés e muitos outros animais selvagens.

Além disso, as emissões resultantes da queima do petróleo transportado apenas por este oleoduto são estimadas em 33 milhões de toneladas de CO2 por ano, num tempo em que os cientistas do mundo nos dizem que novos desenvolvimentos de combustíveis fósseis precisam parar se quisermos enfrentar a crise climática.

O Standard Bank, por meio de sua subsidiária ugandense Stanbic, e a SMBC estão determinados a ignorar esses impactos e a oposição de grupos locais para prosseguir com o levantamento de um empréstimo de US$ 2.5 bilhões para o projeto. Mas um forte clamor poderia detê-los. O governo de Uganda deve assinar um acordo para prosseguir com o oleoduto nos próximos meses, por isso temos que agir rapidamente. Por favor, assine a petição e peça aos bancos que não financiem esse projeto. Em vez disso, que concentrem as suas finanças em projetos ecológicos que transformarão positivamente as economias da África Oriental para as gerações futuras.


e 39 organizações da sociedade civil de Uganda, Tanzânia e República Democrática do Congo que não são nomeadas por questões de segurança.

   

 

 

 

 

Dear Standard Bank, Stanbic and Sumitomo Mitsui Banking Corporation,

The East Africa Crude Oil Pipeline poses unacceptable risks to both the global climate and local people and nature. Oil exploration and development in the region has already been associated with human rights abuses and illegal resettlement, and the pipeline poses a high risk of further abuses. Relocation and loss of land from the pipeline threaten the employment and livelihoods of tens of thousands of people. 

The pipeline will cross the Lake Victoria basin for a length of some 400 kilometres. This lake basin supports the direct livelihoods of more than 30 million people in the region, for whom an oil spill could prove disastrous. 

The climate impacts from burning the oil that the pipeline would transport will surpass the potential financial gains the host countries are expecting to generate, at a time when the world is heading for a climate crisis. There is no room in the world’s carbon budget for this kind of massive new oil infrastructure. Further, the project presents unacceptable risks to local people, natural ecosystems and wildlife and threatens to open up Uganda’s Murchison Falls National Park to oil extraction.

Further, oil from the EACOP pipeline will not directly benefit local people but will be destined for export markets. Rather than bringing wealth, oil extraction in Africa has too often been associated with the ‘resource curse’ and extreme, intractable poverty - a fate which Uganda and Tanzania can still escape. We strongly urge Standard Bank, Stanbic and Sumitomo Mitsui Banking Corporation to publicly commit not to finance this project. 

Estes bancos estão ignorando os impactos do oleoduto e a oposição de grupos locais. Mas um forte clamor público pode detê-los. É preciso agir agora.

Olá !

Guardamos as suas informações de contato da última vez que você esteve por aqui. Por favor, clique no botão abaixo para continuar.

Não é ? Log out

Ao tomar essa ação, você está concordando com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição quando quiser.

Ao tomar essa ação, você está concordando com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Você pode cancelar sua inscrição quando quiser.